• IEBW Instituto Bit World

PIB: Economia brasileira cresce 0,4% no 2º trimestre e escapa da recessão

O PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil cresceu 0,4% no segundo trimestre, na comparação com os primeiros três meses do ano. Com o resultado, o país evitou entrar em recessão técnica. No primeiro trimestre, o PIB encolheu 0,1%, em dado revisado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).


Na comparação com igual período de 2018, o PIB subiu 1%, o décimo resultado positivo seguido nesse tipo de comparação. Em valores correntes, o PIB no segundo trimestre totalizou R$ 1,78 trilhão. Os dados foram divulgados hoje pelo IBGE.


O desempenho da economia no segundo trimestre foi puxado, principalmente, pelos ganhos da indústria (0,7%) e dos serviços (0,3%). Já a agropecuária caiu 0,4%. O crescimento na indústria foi influenciado pela expansão das indústrias de transformação (2%) e construção (1,9%). Já as indústrias extrativas registraram recuo (-3,8%) no período.


Juntas, as indústrias de transformação e construção respondem por cerca de 70% do setor. Além disso, a indústria de transformação tem peso no segmento de bens de capital, que contribuem para os investimentos internos e externos. Claudia Dionísio, gerente de Contas Nacionais do IBGE.

BEM VINDO AO MUNDO TRADER. Conheça nosso instituto



Nos serviços, os resultados positivos foram das atividades imobiliárias (0,7%), comércio (0,7%), informação e comunicação (0,5%) e outras atividades (0,4%).


Economia continua patinando.


Neste ano, segundo previsões do governo e do mercado, a economia deve crescer apenas 0,8%. O valor é bem inferior às projeções do começo do ano, quando Jair Bolsonaro chegou ao poder, de um crescimento de 2,5%.


Apesar do avanço da agenda de reformas e da queda na taxa básica de juros (Selic), a economia continua patinando e não há sinais de uma recuperação no médio prazo.


Veja depoimento de nossos alunos:

https://business.google.com/reviews/l/12757209349946693696/r/AIe9_BFLWlqwz3qGBnCfbAsLD0lVa9bmtOdFKD4yfwNH6KMgJZli7joWDMnw9H-D67lBWK4kIvygqXHOQ8ZryVIM0QJ_Ug61uLHEzUlMScrzBFh3CQEg7eA




Saque do FGTS e do PIS pode ajudar.


Diante da lentidão da recuperação econômica, medidas que acelerem o ritmo do PIB --e aliviem a situação de quase 13 milhões de desempregados-- começam a ganhar espaço no debate. O próprio governo federal adotou uma delas ao anunciar, no mês passado, a liberação do saque de R$ 500 das contas do FGTS.


O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse que espera "alguma aceleração" no ritmo de crescimento reforçada pela liberação de recursos do FGTS e de cotas do PIS/Pasep.


O que entra na conta do PIB?


O PIB é a soma de tudo o que é produzido no país. Os dados consideram a metodologia atualizada do cálculo.



Fonte: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/08/29/pib-economia-brasileira-2-trimestre-1-semestre.htm

0 visualização

Sede IEBW

Av. Anita Garibaldi, 850 - Cabral
Torre C / Sala 103
Condomínio Edifício Infinity Prime
 

Ao Lado da Justiça Federal


CNPJ 09.003.309/0001-00

Email. comercial@iebw.com.br

Telefone. 41 9 9843-4511

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

© 2020 IEBW - Todos os direitos reservados